Em Maio, a grande “causa” foi esta

A vida depois da morte

O Sobreiro e outros Grandes Carvalhos

Há grandes, grandes e maravilhosas árvores nesta região, especialmente Carvalhos (Quercus). Algumas são referências locais conhecidas de alguns, outros foram esquecidos. Outros foram entretanto arrancados e cortados, mesmo com séculos de vida. No meio do desenvolvimento agrícola, necessário na zona, há situações de preservação de grandes árvores e outras de perda. Vem ao de cima a questão recorrente do desenvolvimento e do registo e manutenção da história e do velho. Nisto incluem-se essas tais grandes árvores. Se o Sobreiro é uma tão importante fonte económica e desenvolvimento do país, especialmente pela produção de cortiça (num mundo combativo e absurdo que tenta substituir rolhas de cortiça por plástico, inventando que as árvores morrem para se extrair a cortiça), lembremo-nos que é um Quercus, e que estes têm uma função na nossa floresta e vidas.

CAUSA: registar grandes carvalhos na zona, não só sobreiros como azinheiras, o cerquinho e o negral; tomar contacto direto com a vida que um carvalho aporta, desde no solo, casca, tronco, folhas e em seu redor; informar sobre o montado, a produção de cortiça, o saber e os cuidados exigidos na sua extração.

Nota: Estes textos reflectem unicamente a visão/opinião subjectiva e pessoal dos fotógrafos responsáveis pelos Workshops, justificando porque a consideraram como “causa”.

As belas fotografias dos Participantes estão aqui.
Poucos mas bons! 🙂

Anúncios